quarta-feira, maio 30, 2007

Não adianta bater, eu não deixo você entrar.

Frio é bom. Frio combina com Sampa. Mas avisa aí que aqui o santo é outro, não é São Joaquim, é São Paulo.

Aquecimento global o cacete. Fica dez minutos lá fora pra você ver. Tô quase comprando um cobertor na hora do almoço pra botar nas pernas e ficar igual a uma véia coroca aqui trabalhando.

Por falar em trabalho, impossível não chegar atrasado num dia desses.

O processo todo entre sair da cama e botar a cara na rua é um trabalho titânico. Tudo é motivo pra enrolar. A gente fica prolongando qualquer coisa que nos aqueça minimamente. E os habituais cinco minutinhos viram meia hora num piscar de olhos. Mas não pisca muito não. Periga pegar no sono outra vez.

E, como se não bastasse, a gente lida com o frio de maneira patética. Já se viu entrando no banho de manhã, que coisa ridícula? Na ponta dos pés porque o chão do banheiro tá gelado, dando uns pulinhos todo encolhido pra se jogar embaixo do chuveiro fervendo?

É, faz parte de todo um processo de puro heroísmo. Por isso eu escrevo aqui um épico matinal chamado “Os Dez trabalhos de Gastón – levanta seu vagabundo”.

(Hércules teve dois trabalhos a mais porque acordava mais cedo que eu)

1 – Botar o dedo pra fora das cobertas pra apertar o snooze e poder enrolar mais 9 minutos. Aliás, alguém pode me responder porque todo rádio-relógio tem snooze de 9 minutos? Me incomoda isso. Eu acho que deveriam ser 10. Nove não é redondo. Acho que eu to com TOC.

2 – Apertar o snooze menos de três vezes seguidas. É, demorar menos de 27 minutos (mais uma vez isso me incomoda, deveriam ser 30) pra levantar requer uma força de vontade que eu não possuo.

3- Sair da cama. Sem dúvida o pior de todos. O momento em que você decide levantar os 20 quilos de cobertores e edredons que te soterraram a noite toda e deixar entrar aquele ventinho frio pelas frestas do pijama. De quebra, rola sempre uma sensação: vai demorar um tempão pra eu voltar pra cá.

4- Botar o pé no chão. Eu não tenho chinelo. Aliás, preciso descolar um desses de véio, pra andar em casa. Havaianas não rola, é mais gelado que o piso. Eu costumo dormir sem meias e no momento em que coloco o pé no assoalho, me sinto praticamente no Hollyday on ice. Quase saio patinando com o pateta.

5 – Tirar o pijama. Cruel ficar pelado a uma hora dessas. Pra minimizar, ligo o chuveiro e deixo o vapor tomar conta do banheiro. Levando em conta que meu banheiro é quase tão grande quanto uma cabine telefônica, isso acontece relativamente rápido.

6 – Sair do chuveiro. O vapor está por toda parte, mesmo assim, desligar o chuveiro pelando e abrir a porta do box é sempre desagradável.

7 – Colocar a roupa. A Roupa tá gelada. Calça jeans então nem se fala. Só quem não tem esse problema é o Adolfo que, todo dia, recebe das mãos da mamãe as roupas recém saídas da secadora pra ele não passar friozinho. Adolfo, não vai sujar o shortinho.

8 – Sair do banheiro. Outro choque térmico. Com o agravante de dar de cara com a sua cama, ainda quentinha, te chamando.

9 – Regar a pitangueira. É, eu tenho uma pitangueira. E ela precisa de água quase todos os dias. Saio na varanda (décimo terceiro andar) pra molhar a pobrezinha. Eu sou um bom pai.

10 – Sair do sofá. Depois de toda essa maratona, café tomado, dente escovado e tudo mais, sair do sofá é o último estágio. Você ainda tem seus 15 minutos até o momento de ir embora. E já está tão bem encaixado ali, tão quentinho de novo...

O tempo acabou. Tá na hora. No relógio da marginal os termômetros marcam 10 graus.

Sabe, com todo esse frio, acho que eu tô precisando mesmo é arrumar um bom cobertor de orelha.

31 Comments:

Blogger MH said...

Ai que friiiiiiiiiiio!

Sair da cama é O martírio. E cobertor de orelha ajuda a ficar quentinho na cama, dá ainda menos coragem de sair...

tremo só de pensar no frio de cada despertar...

(Feliz aniversário, beibe! you're the best!)
beijos

11:41 PM

 
Blogger Cláudia said...

Gastón
agora experiemnta fazer tudo isso às 15 pras seis da manhã...
Outra coisa: usa na sua arvrinha o método da garrafa pet de coca com água de boca pra baixo, que o povo coloca quando vai viajar: uma semana sem precisar ir lá fora regar a planta.
A menos que vc sinta falta de desabafar com ela, claro...
beijo e
FELIZ ANIVERSÁRIO!

12:11 AM

 
Blogger Cláudia said...

Sobre o cobertor de orelha, arruma uma que tenha um pai, um irmão mais velho, um tio... sxifaixzfavoire!

12:24 AM

 
Anonymous Anônimo said...

Vixi, tô achando que Gastón corre o risco de ganhar um monte de chinelo de véio de presente de aniversário... sabe como é, ídolo que manifesta vontade, o séquito logo quer atender!
;)
Cris.

12:34 AM

 
Blogger Garota do Zippo said...

hahaha, pois é, vamos arranjar umas pantufas de presente.

E se vc fosse uma mulher de cabelos looongos e molhados às 8:23, lendo um post sobre o frio e suas desventuras? Teria energia para deixar um comment, levantar, secar tooodo o cabelo e ir trabalhar, tudo isso em 15 minutos? Pára de reclamar de barriga cheia, ô careca. Vc só tem q levantar e vestir um gorro. =P

beijos e feliz tudo no ano que se inicia.

8:29 AM

 
Anonymous Fernanda Salgado said...

Você acha ruim snooze de 9 minutos? O meu é de 8... Isso mesmo, 8. Aí rola uma maluquice de colocar o despertador pras 7h02 pra quando apertar o snooze e ele tocar de novo eu sei que são 7h10. Você acha que tem toc?

Aliás, Hollyday on ice foi óóótimo!!! Imaginei você e o pateta.

beijo

8:32 AM

 
Blogger Fabi said...

Sorte sua não ter um cachorro terrorista que aprendeu a puxar o cobertor.

O relógio toca e o louco canino pula na cama latindo e balançando o cotoco de rabo. Cubro a cabeça pra fugir dele e a peça puxa o cobertor ate me deixar sem nada.

É um ótimo despertador, eu já levanto quente com vontade de dar um bico em alguém. Mas não faço nada porque o peludo fica todo feliz com o osso na boca me chamando pra brincar com ele.

Cobertor de orelha com o frio que tá fazendo só é bom pra ficar na cama, não estimula em nada sair dela.

bj

9:22 AM

 
Anonymous Cristina said...

ahhh não sei se quer cobertor não viu, pq ja disse que fico curiosa em te conhecer e vc nada...risos

Cristina :)

9:35 AM

 
Blogger mc said...

To te imaginando patinando pelado com o pateta!! rânei, vc já devia ter aprendido a não incentivar mentes podres a pensar besteiras...

Só não entendi pq vc senta no sofá depois do café... não seria mais fácil levantar da mesa, escovar o dente e ir embora? Pra que aumentar o martírio?

PS - EU fui a PRIMEIRA a ligar pra desejar feliz aniversário, la la ala la ala laaaaaaaa!!!!

10:11 AM

 
Blogger Keep walking said...

Gaston, vc vai patinar com os 15 pares de pantufas (que aí simm escorregam)que vc vai ganhar amanhã.
Claudia, apoiada. O corbetor tem que ter uma familia gigante.
Fabi, os cachorros da minha irma viram duas estátuas e ela priticamente tem que expulsá-los do quarto quando ela já está saindo para trabalhar.
PARABENS, saúde, paz, amor, sucesso, realizações e sonho, sempre!
Beijo

10:33 AM

 
Anonymous Re said...

O pior é que passamos do verão para o inverno, não temos mais a "meia estação" para irmos nos acostumando....
E malhar com este frio? É quase uma ida a forca!
bjs
Ah! E parabéns... é hoje o dia, né? bjs
Re

10:50 AM

 
Blogger Gastón said...

Beibe, e quem quer sair da cama? Rsrsrs. Tks a lot dear. I'm not the best, but a i have the best friends.

Clau, realmente, levantar com o dia escuro deve triplicar o esforço. Querida, minha pitangueira bebe uma garrafa dessa aí por dia. árvore frutífera precisa de 1 litro e meio de água em cada regada. E pode deixar que eu descolo um cobertor e jogo sogro e cunhado na sua mão.

Cris, acho melhor não rsrsrsrs. Amanhã te vejo lá né?

Garota, se você soubesse o frio que eu fico na cabeça e na orelha durante a noite... Vou dormir de peruca ;0)

Rânei, eu tomo café sentado no sofá, vendo TV. Sim, sua imaginação é foda. E sim, vc foi a primeeeeeeeeira ligação!!!! Surreal nosso papo.

Obrigadíssimo Keep e quero ver você amanhã lá heim? Veja bem.

Re, malhar? faz um mês que eu não dou as caras na runner... E o meu chefe que levanta as 5:50 pra ir pra academia? Afe...
Fernandinha, hahahahahaha. Não é irritante? É TOC? Esse negócio deixa a gente doente.

Ah não Fabi, sério que teu cachorro te acorda? Ninguém merece hahahaha. Bom, infelizmente, desse aml eu não sofro. Sou doido pra ter um dog, mas no ap, morando sozinho... no way.

Cristina, fiquei até vermelho agora :0) Tomei a maior chamada. Meu aniversário é amanhã e todos estão convidados. Aparece lá (dois posts abaixo)

11:12 AM

 
Anonymous Anônimo said...

Cascavel-Paraná:
Sensação térmica as 6:00 am (horário em que peguei o busão) era de 11º NEGATIVOS.
Aqui você nem colocaria o dedinho pra fora dos 40 quilos de coberta né não?
(Os quilos dobraram porque a temperatura foi o dobro mais baixo que por aí).
Aquecimento global?? No sul muito menos!

11:13 AM

 
Anonymous Dani said...

Rapaz! Eu sei exatamente como é isso! Agora o truque para sair do chuveiro é deixar ele ligado mais um minutinho, enquanto vc se seca. Assim vc tem mais um tempinho de vapor quente no banheiro! Mas o choque térmico quando abrir a porta ainda é inevitável! Eu ando meio desleixada com minha plantinha da varanda, justamente por causa do frio! rsrsrs
E deveria ser proibido sair das cobertas quando a temperatura está menos de 20 graus, não acha? rsrsrs
Um ótimo aniversário para vc! Que vc ganhe muitos presentes (inclusive seu cobertor de orelha! rsrsrs), continue inspirado para escrever muitos posts, realize alguns sonhos (não pode ser todos, tem que ter algo sobrando para o aniversário do ano que vem! rsrsrs), divirta-se bastante e tenha muita saúde!
Beijos!

11:16 AM

 
Anonymous Cristina said...

Esqueci de dizer, FELIZ ANIVERSÁRIO!!!... tudo de mto bom pra vc.
Vou p/ MG amanhã volto só domingo, uma pena nao estar aqui, se bem que não sei se teria tanta coragem de aparecer assim. :)
Mas eu falei sério viu, não eh chamada não...rs td bem q esse negócio de conhecer alguém da internet da mto medo, + sei lá, aqui esta meu email se quiser escrever...
cristina126@gmail.com

bjo, e aproveita o seu dia :)

11:55 AM

 
Blogger Tati said...

o mais bacana é saber que todos passamos pelas mesmas situações....A primeira coisa que penso quando acordo é: "Hoje venho pra cama às 7 da noite!!!"
E banho de manhã?....... Fala sério, nem em pensamento....
Ah e parabéns! parabéns! hoje é o seu dia que dia mais fri... oops, feliiz....
beijos e obrigada pela força lá nos GPB...

12:53 PM

 
Anonymous Anônimo said...

putz, fala sério! É horrível.. mas vou confessar uma coisa.. nao tomo banho de manha qd tá frio, nao tenho coragem.. e tenho um truque.. durmo com uma camiseta de manga que nao tiro, fica.. coloco a roupa por cima e nesses dias de gelo tenho usado uma ciroula (nem sei se é assim que escreve) nao tenho coragem de colocar a calça jeans direto.. ou seja, Gastón, perto de vc sou uma covarde..
bj, Caia

3:06 PM

 
Anonymous vivi said...

Ops, aniversário do Gastón! Parabéns!! Muitas felicidades! Muita alegria que sejam retratadas em muuuitos post pra todos nós, tá!?

Qto ao post, vou com a MC, tb não entendi por quê levantar do sofá?!

Pra não correr este risco e pra compensar os momentos extras na cama - os minutos não contabilizados no snooze - eu vou direto do quarto pra porta da rua. Mal passo na cozinha...

Chego aqui e tomo meu cafezinho. É mais garantido...

Tá sem cobertor de orelha? Faça como eu, arranja um gorrinho e fica calado, pra Ana Téjo não nos ouvir...pshhhh...Beijos!

3:10 PM

 
Blogger Rodolfo Barreto said...

Hoje é dia de acender velinhas, o que deixa tudo um pouco mais quente. Para o frio nas mãos, existem as palmas. Muitas. Afinal, amizade e calor humano sempre confortam a gente. Parabéns, Gasta.

P.s.: tem como deixar a vela acesa mais um pouco? sabe como é, tá frio pra cacete.

3:44 PM

 
Anonymous Aninha said...

Passando rapidinho pra desejar again mtasssssss felicidades!
Amanhã te dou a pantufa de jaca que eu comprei! hehhehee

Come pudim por mim!
Bjinhos

4:26 PM

 
Blogger Ana Téjo said...

Se eu contar que quando vou nadar às seis e meia da manhã em dias como o de hoje, eu tomo banho à noite e ponho o maiô por baixo do pijama, só pra não ter que tirar toda a roupa de manhã, você promete que não espalha?
Então tá.

Meus beijos, abraços e desejos de uma vida loucamente feliz, eu dei ao vivo (e as aspirantes a cobertor de orelha do Gastón que morram de inveja!).

4:42 PM

 
Blogger Nana said...

Arranjar um cobertor de orelha acrescentaria outros dois trabalhos:
- Depois de apertar o snooze 3 vezes e antes de sair da cama, você teria que se desvencilhar do seu cobertor de orelhas.
- Depois de ligar o chuveiro pra esquentar o banheiro e antes de desligar o chuveiro, brigar com a sua cara-metade pelo jato de água quente.
No mínimo!

Feliz aniversário!! Quando você for fazer a festa carioca, me avisa. Vou te dar pantufas do Pateta, pra você não sentir tanto a falta do Holiday on Ice.
Beijo

5:36 PM

 
Blogger MH said...

ah, é. Meu snooze é bizarro. O MAIS bizarro. São 4 minutos. Sim, quatro.

7:39 PM

 
Blogger Gastón said...

Anônimo, cê tá de brincadeira... menos 11 de sensação térmica? Mas eu não saia da cama meeeesmo. Olha lá, leitores paranaenses. Vida perra se espalhando :0) Seja muito bem vindo(a).

Dani, obrigado pelos desejos. E tem toda razão: fez frio, feriado. Ué, faz todo sentido do mundo.

Cristina, vai pra Minas? Escapou né...

Tati, obrigado pelos parabéns. Sensacional tua iniciativa com a meninada, adorei a idéia.

Caia, eu sei que vc não toma banho, eu te conheço há anos. Nunca vi você de banho tomado.

Vivi, o meu gorrinho é o único autorizado e aprovado por Ana Tejo. Sim, ela acha o meu o máximo. É daqueles que ficam justinhos na cabeça. Ela fala que eu pareço um lenhador. Obrigado pelos parabéns :0)

Rods, eu apago só 30. Deixo a última pra vc fazer uma fogueirinha com os papeis de presente.

Aninha, saudaaaaade. E finalmente vamos conhecer seu namorado novo.

Ana Tejo, com esse sobrenome de rio português, eu realmente não pdoeria esperar outra coisa a não ser uma nadadinha logo cedo.

Nana, acordar do lado de um bom cobertor de orelhas aumenta o trabalho. Mas o trabalho dignifica o homem ;0)


Beibe, 4 minutos? 9, 8, 4... porque não 10!!!

10:40 PM

 
Anonymous Anônimo said...

novas reflexões sobre o post:

É em horas como essa que eu sinto falta do chuveiro da casa da minha mãe.

É em horas como essa que eu sinto falta do carpete do meu quarto na casa da minha mãe.

É nessas horas que eu agradeço a minha mãe pelos chinelos, ceroulas e meias de lã que ela me deu.

E, finalmente: é... é nessas horas que a gente sente mesmo falta de um aquecedor de orelhas =///

Mais beijos,

Cris.

P.S.1: sim, estarei lá!
P.S.2: opa, tem uma xará minha te xavecando??? Aêêêêêê galã... hihihihihihihi!!!

2:04 AM

 
Blogger Vicky Meiotta said...

Parabéns!!!!!
De presente, as dicas de uma carioca já adaptada ao frio paulista (no último inverno, eu - recém chegada na cidade - chorava na vida real!).

* Compre um aquecedor. É o melhor investimento do mundo. Ignore os que dizem "mas vc não está em Nova York ou no Canadá". São Paulo não existe sem aquecedor no inverno.

* Pule o café da manhã. Não é saudável, mas deixe pra comer no caminho ou - as regras de etiqueta do Fantástico que me perdoem - no trabalho. Nas manhãs de inverno, qualquer tempo extra na cama quentinha faz milagres.

* Não acho exatamente digno, mas as lojas Americanas vendem pantufas do Pateta. Já que vc já patina com ele, deve mesmo rolar uma intimidade entre vcs.... Adolfinho adoraria!

* Foi bom enquanto durou, mas abandone a Pitangueira! Não é hora - nem temperatura - pra se ter tanto amor ao verde assim...

bjooo

2:23 AM

 
Blogger Rubina said...

Gaston

Imagina se vivesse em Londres :) Beijao

6:07 AM

 
Anonymous Holly Golightly said...

Opa Querido!
PARABÉNS!!! Atrasado... eu sempre dou parabéns atrasado. Moro em outro fuso horário! Nem vou falar de frio. É totalmente psicológico. Passei o verão inteiro dormindo até 10 da manhã, e desde que esfriou estou todos os dias (TO-DOS!!! Sábados também!) na academia às 7h, de shortinhos e top. Uma retardada.
Hoje vou lá. Não vou te dar pantufas. Acho que você já vai ganhar um monte. Mas tenho um protetor de orelhas no fundo da gaveta... Daqueles que parecem aqueles fones de ouvido dos anos 80... se quiser levo para você!
beijosdri

4:27 PM

 
Blogger Gastón said...

Cris, carpete da casa da mãe... putz, isso mesmo. Na casa da minha mãe tinha carpete. Agora o cobertor de orelha... vamos ver né. Difícil arrumar um que esquente.

Vicky, não dá! Se eu pular o café da manhã apanho da Cynthia (minha nutri). Minha pitangueira eu não abandono não. Agora a pantufa do pateta eu posso usar, sem problemas.

Rubi, mas passar frio em London tem seu charme.

Dri, frio é psicológico, tb acho. Que bom que vc vai :0)

7:10 PM

 
Blogger Lilla said...

me encanta sus textos! son de puta madre!
y por aqui hace frío tambiém...

9:59 PM

 
Blogger Gastón said...

Gracias Lilla ;0) Fui lá te fazer uma visitinha.

12:09 PM

 

Postar um comentário

<< Home

 
web site hit counter