terça-feira, fevereiro 13, 2007

João Gastão

É mania agora ou todo lugar que abre em São Paulo tem um nome badauê? Então, se você estiver pensando em abrir seu próprio negócio, principalmente aqui na Vila Madalena, é bom correr porque neguinho tá perdendo a razão social.

Aliás, a "Vila Madá" é o verdadeiro reduto de alcunhas badauês. Não sei por que essa mania agora de querer dar uma cara de raízes brasileiras pra tudo. Sabe aqueles nomes que parece que você vai entrar numa casa de taipa, comer num jogo americano de chita, tomar suco de clorofila e ouvir Maria Bethânia enquanto te servem umas sementes de papoula e um chá de camomila?

Bom, por essas bandas isso pode mesmo acontecer...

Já se foi o tempo em que a moda era botar mercearia ou empório pra tudo. Você podia abrir uma zona de meretrício mas tinha que ser Empório das Panteras ou Armazém da Luz Vermelha.

Agora o céu é o limite. Literalmente, já que a maioria dos estabelecimento tem algum nome de santo. Já tão acabando com a lista toda da igreja católica em boteco e restaurante. É Salve Jorge, São Bento, São Benedito, Santa Maria, Santa Cecília, Santa Fé, Santa Clara, Santa Marta, Santa Rosa do Brás, Mercearia São Roque, São Cristóvão, Santa Marcelina, pai, filho e espírito santo.

Isso sem falar nos santos do pau oco tipo Santa Gula, Santa pizza, Capim Santo, Santo grão, Santo Sanduíche...

Daqui a pouco tem que se confessar junto com a conta.

- Seu garçom, foram 5 choppes, 2 mojitos, 1 caipiroska, amém.

Pra escolher um nome é muito fácil. Primeiro selecione o começo que você acha mais apropriado. Aí pensa na Patrícia Travassos ou na Regina Cazé e inventa um final.

Santo (brócolis, berimbau, broto de bambu...)

São ( pepino, salsão, Gabeira...)

Santa (ingnorança, granola, Ana Carolina...)

Salve (o mico leão, a natureza, a abobrinha...)

Maria (Comida, Feijão, Semolina...)

José ( moita, girassol, gergelim...)

João (grandão, pé no chão, João mesmo...)


Facílimo ?

Se você quiser ir além no quesito originalidade badauê, mate seus amigos de São Tomé das Letras de inveja pesquisando nas músicas do Djavan. Sai cada nome bacana... já pensou uma lojinha chamada Místico Clã de sereia? E Zum de besouro? Pra quem não gosta de besouro tem Lampejo de abelha.

Bom, tudo pronto pra você se tornar o mais novo empresário da Vila Madalena e adjacências.

Funda um espaço cultural, com restaurante vegetariano, curso de ioga, produtos orgânicos e um projeto social pra ajudar a população ribeirinha do Vale do Jequitinhonha.

Quase não tem dessas coisas por aqui.


22 Comments:

Blogger Tati said...

Amei, amo badauê! Aliás, amo qualquer iniciativa de se usar raízes brasucas! Neste Reveillon achei tudo muito "orientalizado", budas, gekcos, comida thai pra tudo quanto é canto.....
Prefiro os Santos mesmo!

Amei os nomes!
Só adicionaria no Salve....
Salve Jorge!!!!! (apesar de ser palmeirense...)

E na entrada do meu restaurante vegetariano, o Salve Jorge, eu faria uma cortina de fitinhas coloridas do Nosso Senhor do Bonfim, quelas, que vc tanto gosta... Pelo menos são diráveis...

beijos

7:00 AM

 
Blogger Tati said...

dUráveis... rsrs

7:01 AM

 
Blogger Gastón said...

Tati, i'm sorry. Eu sei que você está aí no meio do mato e tal... Já temos um bar famosíssimo, lotadasso e importante, aqui no coração da Vila Madalena chamado Salve Jorge. Não falei que os nomes estão se esgotando? Só se vc abrir o restaurante aí no interior.

8:20 AM

 
Blogger MH said...

Adorei hahahaha

Sempre achei que uma das coisas mais difíceis na hora de abrir um negócio é escolher o nome. Porque, depois de escolhido, vc vai ter que viver com ele "pra sempre". E tem uns nomes inexplicáveis, né, fala sério...
Hummmm Adoro tomar café no Florinda, aí pra essas bandas. E chopp em qualquer lugar hahahaha
Mojito no grazie... pizza "Santa"... Ainda bem que a pessoa não precisa ser badauê pra freqüentar, eu estaria perdida!

8:44 AM

 
Blogger Tati said...

oops.... descurrrpa..... Então pode ser Maria Semolina, gostei desse também....

12:21 PM

 
Blogger Smeller said...

Conheço um lugar chamado Santa Gula e gula é pecado capital, né não?
Agora, peitudo vai ser aquele que abrir um bar em plena Rua Purpurina: "Saltinho Agulha" ou "Só Elite" ou "Da Elite" ou "Daselite" (este último com o rosto do Lula) :-P
Pol

1:06 PM

 
Blogger Garota do Zippo said...

Que nada, vcs tão por fora...! Minha aposta é lançar concorrentes: botecos com nomes de saudações a orixás. "Odó Iyá" (Iemanjá), "Caô Cabiecilê!" (Xangô), "Pata kori Ogun" (Ogun) e o meu preferido "Laroiê ! K' oba laro ie exú!!!" (Exu).

1:12 PM

 
Anonymous Anônimo said...

Gastón, quer ir comigo assistir uma apresentação de poesia de cordel "Cortejo do corso de Maranhão" no SECS Itaquera? Depois podemos jantar no Salve Expedito e talvez tomar uma cerveja de trigo no Ema Faminta?
Caia

1:42 PM

 
Anonymous Rodolfo said...

Se todo mundo que frequentar esses lugares derem o primeiro gole pro Santo, o céu vira um inferno. O que, pensando bem, não é má idéia.

Abraços,
São Rodolfo.

1:56 PM

 
Anonymous Rodolfo said...

Ps (ou cá entre nós).:
Não é só lugar que entra nessa lista. Tenho amiga que deu nome pra cadela de "Flor". É, pois é.

1:58 PM

 
Blogger Gastón said...

beibe, é mesmo, tem o Grazie a Dio... até em italiano os negos colocam nome...

Tati, hahahaha, desculpa ter falido seu negócio. Maira Semolina dá um bom natureba.

Pol, tem que ser na rua Purpurina, nº 24.

Zippo Girl, manda ver. Muda a tendência aqui da Vila, por favor.

Caia, hahahahaha. Você é expert. Ema faminta deve ser um com lugar pra tomar cerveja de trigo.

Rods, não fala não que a Flor é minha afilhada.

3:34 PM

 
Blogger MH said...

EEEEEEEEeiiiiiiiiiii

eu ouvi isso, São Rods! :-P

Segundo meu pai, é Maria Flor. Melhorou?

agora, o gole pro santo foi excelente!

3:38 PM

 
Blogger Cláudia said...

Olha, e se eu mudasse o nome da IC Artigos Promocionais e Uniformes prum nome badauê, qual vc me sugere?

4:14 PM

 
Anonymous manoelita said...

meu são critóvão do amarelin! não é que você tem razão?!

5:20 PM

 
Anonymous Rodolfo said...

Calma.
Calma que hoje é dia de São Valetino...

5:34 PM

 
Blogger Lala said...

Adoro seus posts sobre a filosofia, a geografia e a antropologia badauês.
Mas acho que com a Crise moral que assola o país, nomes de santo são OVER PROMISE. Vamos baixar pra IRMã, FREI, PADRE E BEATO.
Aliás, bom nome badauê para a IC Artigos Promocionais e Uniformes: IRMÃS CAMISETEIRAS DO PERPÉTUO UNIFORME. Te abençoe, minha fia!

5:57 PM

 
Anonymous Anônimo said...

ICPU parece sigla de imposto, vade retro...
Ó, já tem Odo yá Iemanjá, adivinha onde? Ganha um acarajé diet quem adivinhar.
Aqui em Brasília, tem o Armazem do Ferreira, o Empório Santo Antônio, O Mercado Municipal ("o DF não se divide em municípios", Santa Pizza, Divina sei-lá-o-que...Só falta o Salve-se Quem Puder.
Bjs. Rosana

9:25 PM

 
Blogger Mônica Montone said...

Acabo de descobrir que sou uma garota badauê, kkkkkkkkkkkkk, porque adooooooooro essa coisa de motivo de chita, sementes, chás e blablablá...... kkkkkk

[pô, o capim santo é legal, vai!?! rs*]

beijocas

MM

12:39 AM

 
Blogger Mônica Montone said...

Aliás, badauê é um ótimo nome para um bar, kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

MM

12:39 AM

 
Anonymous Anônimo said...

ÉE!! Bar da Uê!!!

Beijos


Lala

3:54 AM

 
Blogger MH said...

sabe que João Gastão parece mais o apelido de um rapazola consumista??

3:06 PM

 
Blogger mc said...

Rapazola, não. COXINHA. É nome de engomadinho que usa pólo listrada com jeans Diesel com cintinho e gel.

1:17 PM

 

Postar um comentário

<< Home

 
web site hit counter