segunda-feira, janeiro 15, 2007

Coisa de Jeca.

Eu moro longe. Na verdade nunca achei meu bairro longe, mas de uns tempos pra cá o trânsito infernal e a falta de alternativas pra sair do Morumbi me fizeram acreditar que esse é o fim do mundo mesmo.

Por mais que uma vizinha minha insista que aqui é quase o interior, as coisas não precisavam chegar a tanto.

Outro dia quando voltava pra casa, percebi que dentro de um baita terrenão, aqui há um quarteirão e meio do meu prédio, pastavam umas 20 vaquinhas. Sim, vacas, dessas que dão o leite que as pessoas colocam naquelas caixinhas tetra-pak e a gente encontra aos montes no supermercado.

Pois na semana passada foi a vez de um cavalo fazer um lanchinho aqui bem debaixo da minha janela (mas bem debaixo mesmo, eu tô no 13 andar...). Abri a veneziana logo cedo e vi o pangaré tranquilamente espantando as moscas com o rabo enquanto carpia o mato crescido.

E o dia que eu foi colocar adubo orgânico na minha pitangueira? Adubo orgânico é o nome chique pra bosta. No caso, bosta de galinha. Fui tirar um tanto de terra do vaso pra depois poder misturar com aquele trem fedido. E não é que tenho uma família de minhocas morando comigo? Pois é, um montão daquelas minhocas gordonas habitando o 134 B – vaso de pitangueira – fundos.

Por falar em galinhas, na rua onde meus pais moram (numa civilizadíssima rua daqui do bairro), vive também a Dona Gertrudes. Uma galinha que deve ser mesmo muito galinha porque vive tendo uma ninhada atrás da outra. Pois é, tem que dirigir com muito cuidado pra ninhada da Gertrudes não virar piada de frango atravessando a rua.

- Olha o carro. Prrtt.

- Que carro? Prrtt.

- Aquele. Prrtt.

- Ahn? Prrtt.

- Prrtt

- Prrtt.

- Prrtt.

Por isso é que a cada dia que passa eu dou mais razão pra aquela minha vizinha. E acho que nem ela se deparou com tantas coisas rurais aqui na região.

Bom, mas agora me dá uma licensa que eu vô lá com o Zé Lelé roubá mais umas goiaba no sítio do Nho Lau.

11 Comments:

Blogger mc said...

hahhahaha rânei, só você.
aliás, acho que devia valorizar ter a natureza tão perto de você. A maioria das pessoas em SP tem como vista o vitrô do banheiro do vizinho e é obrigado a ouvir o infeliz assobiando no banho...

8:20 AM

 
Blogger Tati said...

Pois é, Gastones, e ainda assim o Morumbi já se urbanizou muito, né? Eu me mudei praí com 8 anos, morava em uma casa ao lado do Pio XII e do então Paes Mendonça, lembra? Naquela época acordávamos com passarinhos, à noite meu pai tinha que fazer caça à lagartixa no meu quarto e de manhã desentupir o filtro da piscina que sempre tinha um morcego dentro!
Vacas e cavalos eram constantes ali, sinto até saudades daqueles tempos....
Nem aqui na roça, onde me sinto verdadeiramente Jeca tenho mais o passarinho na janela... Acho que o último eu matei, lá no começo.....
Humpf...
beijo

8:41 AM

 
Blogger Re said...

Que delícia.... por isso que gosto deste bairro, moro nele a 23 anos. Na casa da minha mãe o galo canta todas as manhãs... olhamos pela janela e não sabemos daonde ele vem, mas anuncia o sol todos os dias... às vezes ele canta as 3 da tarde, as 8 da noite, mas imagina como deve ser duro para um galo sobreviver na cidade grande.
Adoro ver da minha janela a mata, os passarinhos... adoro o interior, apesar de um amigo nosso me chamar de Suburbana. bjs

8:49 AM

 
Anonymous Anônimo said...

O bom do Morumbi, Gastón, é q ele é dividido em várias vilas.. então quando eu tô nas quebrada ao invés de falar que eu moro no Morumbi (que pega mal) eu falo que eu moro na Vila Suzano, tá LIGADO?
cAIA

9:37 AM

 
Blogger MH said...

hahahhaa
Pernuuuuuudo!
finalmente admitiu que mora longe, já é um começo...

mas aqui da minha janela urbana, sempre acordo com passarinhos cantando. No vaca, mas passarinho tem...

vou tentar continuar lendo, hein, vê se posta bastante! beijo

9:40 AM

 
Anonymous Anônimo said...

Jardim Evana, Parque do Engenho, Genivá, Jardim Marcelo, Santa Tereza, Vais de Lima, parque Santo Antonio, Capelinha, Bromorá, Vila Calu, Branca flor, Paranapanema e Aracati, Novo Oriente, Parque Arariba, Jardim Igá, Parque Ipê, Sabi, jardim Santa terezinha, Jardim Mirian, Cocaia, Cipó, Colônoa, Campanari em Diadema, Calux em São Bernardo, Vila Industrial em Santo André, Brasilândia, Jardim Japão, Jardim Ebron, Paraisópolis e.... VILA SUZANA!!!!
Nóis é da roça e da periferia!HAHAHAHA..Gastón, to te inspirando para me passar outro daquele trote!!!HAHAHAHA..
bj, Caia

10:33 AM

 
Anonymous Rodolfo said...

Eu também posso dizer que já fui Xico Bento por trêis* meses. Morei bem do seu lado, numa ruela que ainda entrava pelo meio de outra, subia uma ladeira que depois descia e descia, igual rio que quer encontrar o delta mas não tem gps.

Lá no Flat Rural nem tinha telefone. Além da decoração rústica no estilo casa-de-quem-já-morreu, só sobrou pra mim um mini fogão de duas bocas e um frigobar onde cabia apenas duas lasanhas da Sadia. Ah, mas com sabor galinha caipira.

*erro proposital para ser caipira de verdade.

11:09 AM

 
Blogger Gastón said...

Rânei, isso é o mais próximo de um passarinho que vc tem ouvido? seu vizinho? hahahaha


Tati, minha jeca querida. E eu não lembro da sua casa? Aliás, pra mim lá sempre vai ser sua casa, não importa quem more. Boas lembranças.


Re, eu sinto muita falta de acordar com passarinho. Na casa da minha mãe escutava muito passarinho. Agora no 13 eles não chegam :0(


Caia, em casa é Vila Andrade. Na casa da minha mãe é Vila Ihná. Aquele trote foi homérico, sua mãe devia ter guardado a fita da secretária eletrônica.


É beibe, eu moro longe. Mas é legal onde eu moro vai? E se fosse em Guaianases? Vila Carrão? Tremembé?


Rods, é mesmo né cumpadre? Ocê morô aqui na roça? Agora mora em Moema, ficô chique!

12:11 PM

 
Anonymous Aninha said...

Perrrrrrrrnudo... direto do interiorrrrrrr mesmo!
A natureza mais próxima quando eu acordo, é minha cachorra dormindo no pé da minha cama!
Nada de passarinhos, etc...
Ainda bem que tem 2 praças aqui pertinho!

12:45 PM

 
Blogger MH said...

Adorei o rio sem gps, Rodolfo... inspiradíssimo hahaha

Beibe, é longe mas é tudo de bom! Acho sua casa o máximo, tá? só falta conseguir ir jogar harry potter e JOGAR, mas a gente fala mais que a boca!

viu só, mesmo on the road eu compareço!
beijo

8:52 PM

 
Blogger cbaioco said...

Aqui é a roça mesmo, e a gente encontra a roceirada toda no Jardim Sul 'rastando as chinelas...
Mas eu não sabia que pegava mal falar que mora no Morumbi. Quando eu digo Vila Andrade já me perguntam: onde fica isso? E eu digo as coordenadas e me respondem: ah, no Morumbi!
Eu acordo com a passarinhada, que diga-se de passagem não tem noção do significado da palavra domingo. Mas eles já me salvaram de perder a hora durante a semana mais de umas dez vezes.
E volta e meia aparece um passarinho perdido aqui dentro de casa, que a gente tem de salvar da curiosidade felina (atacar ela não ataca, mas fica olhando fixamente e o passarinho ali, congelado de medo).
Enfim, é o nosso cantinho, né? Beeemmmm cantinho!
beijo, vizinho!

8:56 PM

 

Postar um comentário

<< Home

 
web site hit counter