quarta-feira, setembro 05, 2007

Como cheguei no Vida Perra - episódio II

Dando seqüência a nossa incrível série, mais um texto baseado em alguma busca esdrúxula feita no google, que trouxe um desavisado internauta ao meu pequeno mundo de besteirol. Para quem perdeu o capítulo I da saga, dissecamos aqui nesse blog o que seria uma fantástica receita de filé de pirosca. Uma beleza.

Preparados para mais um banho de saber e cultura?

Vamos lá amigo leitor, todo mundo se concentrando, deixando na mente apenas a imensidão branca da tela do Google. Imagine que alguém, em algum momento dessa semana foi lá e digitou:

"Quero saber sobre contos de fadas da perna cabeluda".

E não sei porque cacete apareceu meu blog entre os resultados.

Muito interessante. Não posso deixar uma pessoa assim sem explicação. Meu amigo, como assim conto de fada da perna cabeluda? Que tipo de livro sua mãe lia pra você quando era criança? Ou será que ela dava um inventada pra mudar a história?

Pensei muito no seu caso. Pesquisei, elocubrei, formulei teorias.

A primeira é sobre a Bela Adormecida. Pensa bem: uma mulher que foi colocada pra dormir durante tanto tempo, certamente não teve as pernas depiladas durante o sono. Tomara que ela tenha tido tempo de dar um tapa depois que o tal do príncipe acordou a infeliz. Porque se já saiu pegando pra valer, na hora de levantar a saia deve ter levado um susto.

Outra possibilidade é a tal da Cinderela. A mulher vai lá na festinha encarar uma fila pra ver se o pé entra no sapato que o príncipe achou. Bom, se na hora em que o cara foi encaixar o sapato no pé da moça segurou a canela do Rivelino, pode até ter servido mas, certamente, ele disfarçou e disse que tava muito folgado, que pra ela era melhor um 34, aquele lá era 36...

Tem também a Rapunzel. Ah, essa é suspeita número um. Jogue-me suas tranças? O coitado do herói que resolveu salvar a mulher só vai descobrir de onde saiu aquela cabeleira toda quando escalar uma torre de 30 metros. Quem garante que a trança não sai da canela?

E a Branca de Neve heim? Ela também é suspeita. Imagina, morando numa casa com 7 anões que não devem ver uma mulher há uns 20 anos. Se a média dos anões bate no joelho dela, nada mais natural do que deixar um pernão cabeludo pra espantar os nanicos mais entusiasmados. Faz sentido, não faz?

De repente poderia até se tratar de um reino muito distante. Lá viveriam contentes sua majestade o Rei Tony Ramos e a Rainha Cláudia Ohana. Será?

Bom meu amigo, isso é tudo que eu pude fazer por esse assunto cabeludo.

Pode vir sempre porque aqui é assim mesmo: a gente arranca sua dúvida com cera quente.

20 Comments:

Blogger mc said...

Primeirona, primeirona!

Ops, acho que ainda estou no ritmo ginasial do post anterior.

Rânei, adorei suas reflexões sobre o tema. Mas faltou a Chapeuzinho Vermelho. Por que mais o Lobo Mau se interessaria por uma menininha loirinha delicadinha? Ela devia ter uma mata selvagem, e se perdeu na própria floresta.

11:01 PM

 
Anonymous Aninha said...

Tava inspirado, hein?
Engraçado ler este post 5 min depois da ter anotado na agenda "depilação 14hs, 06/08"...
Ufa... ao menos minnha perna tá salva desta história! rs

11:09 PM

 
Blogger Fabiana said...

Gasta, se for um conto de fadas moderno, podemos pensar assim:
O principe encantado metrosexual que nao suporta ver as pernas cabeludas e parte com a cabeleira esvoaçante e loira pra depiladora. Depois alguem conta que ele vive feliz para sempre quando se assume gay.

Será que ajuda?


beijos

11:27 PM

 
Blogger Anna said...

HAHAHA!
Eu voto no reino muito distante dos reis Tony Ramos e Claudia Ohana!!!
Já começamos de ótimo humor esta véspera de feriado.
Beijo Gasta, e bom feriadão pra vc!

8:47 AM

 
Blogger Gastón said...

Rânei, hahahahaha. Boa teoria. Eu podia ter falado também da Ariel. Mas ele não tem pernas...

Aninha, vai lá pra não virar conto de fada da perna cabeluda.

Fabi, o príncipe camufla então? Pois é, assim que é bom. Aí sobra mais princesa no mercado.

Anna, que bom que gostou :0) Ótimo feriado pra você também.

9:36 AM

 
Anonymous Fernada Salgado said...

Hahahaha! Muito bom.

Olha... Essa noite eu sonhei que estava comentando no seu blog, só que no post anterior que eu não comentei. Lembro até do que eu escrevi no coment do sonho "Conta pra sua mãe, gasta.". Não é doido? Acho que, então, agora estou realizando um sonho... Será?

Beijos

9:38 AM

 
Blogger MH said...

Beibe, imagina se o rei Tony Ramos e a rainha Claudia Ohana resolvessem procriar??? Ia ser o cousin It da familia Adams...

9:53 AM

 
Blogger Rodolfo Barreto said...

Dia desses, tava eu folheando a Playboy (revista com ótimas entrevistas) e dei de cara com a Velha Guarda Pelada da Portela.

Era um revival com Monique Evans e mais um bando de mulher que já teve seu momento de glória e photoshop nas páginas da revista. Sinceramente, tinha umas ali que eu nem lembrava que tinha saído e fiquei feliz de ver nua como se fosse a primeira vez.

Fui de página em página até encontrar quem? A Vera Matagal Fischer. Essa sim todo mundo lembra e há quem diga que o manipulador colocou a axila do porteiro da Abril lá só de sacanagem.

10:14 AM

 
Blogger Cláudia said...

Gastón
eu penso que a Bela Adormecida, além da pelaiada, deve ter acordado com um bafo de dar dó. E o príncipe ainda beijou... eita mulherada sortuda! que bastava NASCER pra já ter um príncipe pra chamar de seu!

quanto ao comentário do Rods, se a editora da Playboy fosse uma mulher, ela tiraria ardilosamente as entrevistas por 3 números, pra ver se a venda da revista caía ah ah ah! Ia acabar com a desculpa de um monte de homem que acha que a esposa é tonta.

beijo

10:59 AM

 
Blogger urbenauta said...

Gasta:
Eu penso que ele procurava um conto erótico, deve ser algum fetiche! Ele deve ter procurado algo assim também:
Fada rainhda dominadora do dente

11:09 AM

 
Blogger Nanda B. said...

Gasta, o fato é que alguem descobriu que o "Perna Cabeluda" e o Gato de Botas são a mesma pessoa! Coisas que só Perrault e Freud explicam... Agora, apontar o Vida Perra como referência??? Tem post de cachorro calçado aqui???

11:58 AM

 
Blogger Ana Paula said...

Cara, estou rindo feito uma louca aqui, sozinha e ninguém para eu contar o por quê (nossa, quase triste isso! rs)...
Acho que sua explicação para o incauto internauta em dúvida foi a melhor que ele pôde conseguir. E a mais engraçada, com certeza.
Nota mental: preciso tomar cuidado com minhas versões dos contos de fadas que conto para o meu filho...

3:07 PM

 
Blogger Gastón said...

Fe, a gente está aqui pra isso mesmo, realizar sonhos (virei comercial de banco agora rsrsrs)

Beibe, ia nascer a Princesa Chewbaca Ohana Ramos.

Rods, o pessoal do photoshop virou 6 noites pra essa edição aí. Nem sei porque...

Clau, quem fala que lê entrevista? Eu quero é ver as peladona mesmo. Entrevista eu leio no Estadão.

Urbe, e a fadinha lésbica? Um clássico.

Nanda, não sei como aparece... e tem umas coisas absurdas que meu blog aparece em primeiro na busca. É foda.

Ana, adoro imaginar as pessoas rindo das minhas besteiras :0) É, muito cuidado com as adaptações que vc faz nas histórias que vc conta pro seu filho. Vai saber o que ele anda digitando no google ;0)

5:45 PM

 
Blogger Keep walking said...

abaixo aos pelos, pelo amor...

enfim, vc pensou na tia do circo?

10:16 PM

 
Blogger angela said...

aff hein, tava mesmo precisando de inspiração pq não sei mais q estórias contar prá Sofia, pq as normais, tipo cinderela e tal, ela não quer mais saber!!! ontem foi a da menina q não lavava o cabelo e foi morar uma minhoca lá, hahaha, hj vou contar essa da perna cabeluda, vamos ver se ela gosta, rsrs..bom findi!

2:37 AM

 
Blogger Rubina said...

LOLOLOL Gastón adorei :)

1:52 PM

 
Blogger Flávia said...

Sabe o que eu penso disso tudo? Vc é uma pessoa realmente preocupada com a humanidade. Muito simpático e até mesmo educacional essa sua forma de se preocupar em elucidar a dúvida alheia.
Falando sério, essa da Rapunzel foi demais! Já pensou a cara de desespero do princípe? Afe.
Beijos

10:57 PM

 
Blogger Ana said...

Hahahaha, fantástico! :D

3:15 PM

 
Blogger Fabiana said...

gasta, me indicaram e eu tinha que indicar alguem. A primeira lembrança foi voce.
Passa lá no blog.
bjk

8:35 PM

 
Blogger Nana said...

Hahaha! Muito bom!
Agora, Perna Cabeluda é um tipo de lenda urbana lá de Recife. Sabe uma música do Chico Science, Da Lama ao Caos? Então. Fala assim: Galeguinho do coque não tinha medo, não tinha medo da Perna Cabeluda. Lembrou?

3:52 PM

 

Postar um comentário

<< Home

 
web site hit counter