sexta-feira, setembro 22, 2006

O mongo e o executivo

Esse monte de livros pra executivos traz um grande benefício para a sociedade.

Eles não tornam ninguém rico do dia pra noite (já viu alguém que sabe uma fórmula mágica pra ficar rico sair contando pra todo mundo?) mas com certeza ajudam no bom humor de pessoas que, como eu, perdem todos os amigos executivos mas não perdem a piada.

Tô falando mais especificamente sobre os termos em inglês cunhados por esses gurus dos negócios e que todo mundo sai repetindo por aí. Só que ninguém se dá ao trabalho de traduzir. Em inglês deve ter mais impacto... e ficar mais chique, claro.

Só que me dá uma vontade danada de rir quando to conversando com alguém assim.

- Pô Gaston, assim não dá. Sabe, tem que ter um get along!

- É?

- É rapaz. Se não fica, sei lá, meio below the line.

- É?

- Sei lá, eu to meio que tentando dar um thinking outside of the box sabe...

- Acho que sei.

- Mas ela não corresponde. Preciso de um follow!

- É, assim é ruim mesmo.

- Cansei desse misanderstood todo. Parece que não entende o que eu falo...

- Ela sabe falar inglês?

- Porque?

- Não, por nada. É só uma dúvida que me ocorreu...

7 Comments:

Blogger Tati said...

excellent... mas eu ainda cho que qualquer feedback dá um upgrade em qualquer job, sabe? se não a gente fica meio lost nesta scene moderna....

3:30 PM

 
Blogger Cláudia said...

Gaston
em agosto escrevi sobre isso no meu blog, um post intitulado Another Language.
Concordo com você, ô coisa chata que é essa coisa de usar termos em outra língua ALL THE TIME (num resisti...).
Eu, como trabalho com nativos do Mundo Maravilhoso de Santo Amaro, não sofro disso: ao contrário, lá na confecção todo mundo fala mesmo é em bom português. De preferência aos berros, mesmo tendo interfone, porque é muito mais prático, mais rápido e mais pessoal, manja?
Mas alguns clientes... são de matar. Agência, então, eu tenho vontade de levar um dicionário e ficar procurando os termos o tempo todo, só pra irritar e ver se a pessoa se toca.

10:07 PM

 
Blogger Michel said...

ahahaha. muito bom.

2:07 AM

 
Blogger mc said...

Auto ajuda corporativa é auto ajuda, não tem jeito.
Mas sorry, no meio meio de trabalho tem muito disso, you know?

2:39 PM

 
Blogger Lala said...

"Rânei"

Acho que você tem um issue to deal with!


Beijo

6:45 PM

 
Anonymous Rodolfo said...

Pior do que falar inglês é falar inglês corretamente.
Nesse caso, temos três opções:
o cara é gay,
é criado pela avó,
ou é o Pedro.

5:22 PM

 
Anonymous JU... said...

Ótemo!!!
Sobre "Eles não tornam ninguém rico do dia pra noite", eu diria apenas "ninguém, a não ser o autor do livro."
Besos,

JU...

2:51 PM

 

Postar um comentário

<< Home

 
web site hit counter