terça-feira, outubro 12, 2010

Insustentável.

Vou me aproveitar da carcaça do meu velho e querido blog de crônicas pra postar minha opinião sobre o festival SWU. Aos que por ventura me visitarem atrás de velhos textos, na maioria de humor, me perdoem o desabafo pra lá de mau humorado.

_________________________________
Insustentável.

Nesse último domingo, fui ao festival SWU. Um evento pretensamente preocupado com a sustentabilidade. Sustentada mesmo deve estar a barriga de seus organizadores.

Não vou nem entrar muito nas questões ecológicas. Pra mim não houve diferença alguma de qualquer outro festival com copos de plástico, junkie food e preços exorbitantes. Há quem entenda ainda mais do assunto e possa deixar claro uma infinidade de incoerências ecológicas do SWU.

Vou me ater a (triste) experiência de quem, assim como eu, comprou uma ideia e um ingresso.

O primeiro erro: a escolha do local. Linda fazenda em Itu mas que tem acesso através de duas estreitas estradas de terra. Os transtornos que as pessoas passaram para entrar e sair do local foram inúmeros. Teve gente chorando, gente jogando pedra em ônibus e muita, muita gente esperando ao menos duas horas para deixar o local em um engarrafamento monstruoso. Claro, como 70 mil pessoas poderiam deixar ao mesmo tempo um local por 2 estradas de terra onde passam 2 carros? Aliás, todas as duas estavam tomadas por ônibus estacionados em toda a sua extensão. Ou seja: havia apenas 1 pista livre.

E se acontece alguma coisa mais séria? Pisoteamento ou coisa que o valha. Sem querer ser dramático mas, me parece totalmente aceitável acontecer algo em um lugar onde 70 mil pessoas se acotovelam por um lugar melhor pra ver sua banda preferida. Se dá alguma m... ali, não tem socorro extra que chegue. Literalmente.

O preço do estacionamento (única opção para quem desejasse ir de carro) era de 100 reais. Por isso muitos, inclusive esse que vos escreve, optaram por vans ou ônibus. Vans e ônibus que, na sua maioria, não tinham onde parar a não ser há 2 quilometros a pé do local do evento.

Ok, então você foi de carro, pagou 100 pratas, andou 2 quilômetros, viu o show e depois andou mais 2 quilômetros e ficou, com sorte, 2 horas esperando pra sair. Houve quem disse 4.

Como fui no segundo dia de shows, já estava mais ou menos prevenido sobre as filas enormes para comprar comida e bebida. O que eu fiz? Comprei biscoitos e salgadinhos pra levar. Afinal de contas é um evento “a la woodstock”, não? Super ecologico e amigável, super bacaninha e camarada. Além disso tinha pela frente mais ou menos 7 horas de festival. Nada mais certo me prevenir. Pois fui obrigado pela (des)organização a jogar fora todos os meus alimentos. Entrei com uma mochila vazia no SWU.

Gostaria mesmo de uma resposta decente para não me permitir entrar com salgadinhos e biscoitos num festival. Proibir latas e garrafas eu entendo, agora, biscoito recheado? Acham que eu poderia atirar um polvilho em alguém? Matar alguém com uma barra de chocolate? Fazer uma bomba de cheetos? Meu deus... Detalhe: latas de cerveja foram vendidas no evento.

Sabe quanto tempo levava para comprar um hot dog? Mais de uma hora. Sabe quanto tempo durava um show do SWU? Uma hora. Quer comer? Escolha um show pra ficar na fila do Hot Dog.

Fora isso, havia 2 tendas cobrindo o palco para quem estivesse atrás delas, mesmo há 200 metros de distância.

E isso tudo saiu bem caro. Um ingresso de 234 reais (acrescido da inexplicável e indecifrável taxa de conveniência onde você paga e você mesmo vai buscar seu ingresso).

Sustentabilidade? Pra mim só ficou o recado da exploração, desorganização e enganação.

Mais um que veste a roupa de “sou verde” pra enganar você e encher o bolso de verdinhas.

Avisa aí que ser sustentável é mais do que reciclar lata, fazer fórum e parede de pneu.

Sustentável também é tratar as pessoas com respeito.

Estavam tão preocupados com o lixo que esqueceram do público.

12 Comments:

Blogger Jussara Oliveira said...

Este comentário foi removido pelo autor.

5:08 PM

 
Blogger Jussara Oliveira said...

Infelizmente as coisas que acontecem aqui no Brasil são inomináveis! A falta de respeito com o ser humano é recorrente e de verdade, ninguém está realmente preocupado com o planeta. Vale aquela máxima super falada por aí, "Você vive se preocupando com o planeta que vai deixar para os seus filhos, mas não se preocupa com os filhos que vai deixar para o planeta" É basicamente isso, porque se os adultos de hoje, já são isso, imagine os que virão amanhã...

5:09 PM

 
Anonymous Anônimo said...

tammbém fiquei com este pensamento... imagina se da uma merda grande, tumulto generalizado, gente pisoteada e tal. Pensamento preconceituoso, mas acho acho q nao houveram mortes devido ao custo alto pra ir no evento. bota 70 mil torcedores do curintia lá pra ver no que daria.

2:00 AM

 
Anonymous Anônimo said...

Faço das suas palavras as minhas. Ainda mais considerando que os biscoitos e salgadinhos (embalados e fechados) que eles roubaram (literalmente) foram direto para o lixo.

8:31 AM

 
Blogger Ateliê dos Pássaros said...

Não é de hoje que a falsa sustentabilidade ganha dinheiro no nosso país!
Belo post.

10:04 AM

 
Anonymous Erika Mioshi said...

Faço das suas palavras as minhas. E ainda complemento! Estive acampada por 4 dias nessa bagunça intitulada "evento sustentável", que de sustentabilidade não teve nada, pra me poupar da dor de cabeça dos congestionamentos monstros que eu imaginei que teria. Mas me deparei com uma desorganização e descaso ainda maiores nos campings! Pra começar, o acesso ao local não tinha nenhuma sinalização. Fiquei rodando por 1h30min até achar o local da triagem, onde esperei por mais 3 horas pra pegar o kit-evento-camping, curtindo o frio polar que estava fazendo às 2hs da madrugada. Quando finalmente conseguimos chegar ao camping e montar a barraca, já eram 6:30hs e o que eu mais queria era lavar as mãos e o rosto, escovar os dentes e dormir. Mas, adivinha? Não existia uma única torneira disponível! A solução dada pela organização foi comprar água mineral (R$ 4,00 a gf de 300ml da patrocinadora Nestle) ou escovar os dentes nos 7 minutos que eu tinha pra tomar banho. Banho??? Tive que esperar 3 horas na fila pra poder tomar um banho de 7 minutos dividido em 2 partes pq o chuveiro desligava sozinho depois de 3 minutos! Havia 10 cabines portáteis montadas numa tenda sem porta pra atender a mais de 2.000 garotas sujas de poeira. Ah, tem mais! Os pontos de energia disponibilizados pra galera! 10 tomadas pra todo o camping, sendo que dessas 10 só umas 6 funcionavam! E o lixo? Não vi nenhuma lixeira de coleta seletiva de lixo! Aliás, quase não vi lixeira pra nada! Resultado? Muito lixo acumulado e jogado no chão. Isso sem falar nos geradores a diesel, transporte movidos a trator, banheiros imundos e cagados por todo lado! Na entrada da arena, não pude entrar com minha lanterna (os banheiros eram um breu de escuro!), meu alcool gel (não havia torneira pra lavar as mãos), meu colírio (uso lentes de contato) e meu pacote de biscoitos. Ainda roubaram meu celular e quando perguntei sobre os Achados & Perdidos, me disseram que haviam mandado tudo pra Policia Civil de Itu. Dia 12/10, antes de voltar pra SP, passei na Delegacia de Itu pra ver se achava meu celular (de repente o trombadinha tivesse perdido depois de me roubar)mas chegando lá descobri que primeiros os objetos vão pra Sorocaba (!!!) e depois pra Itu. Acabei desistindo de reaver qq coisa e fui pra casa desolada. Estou revoltada e faço coro com a galera: "SWU, VAI TOMAR NO CÚ!!!"

7:47 PM

 
Anonymous Anônimo said...

Imagina um portador de deiciência?
Banido do evento.

10:43 AM

 
Anonymous Anônimo said...

Saudades dos seus posts...

7:27 PM

 
Anonymous Cilly said...

"Fazer uma bomba de cheetos?"rs. Belo post, lia sempre este blog, saudades!

12:36 AM

 
Anonymous Arv said...

mais de um ano, hein Gastón??
Já li o blog inteiro, a muito tempo atrás. Resolvi passar hoje de novo, nem sei porque, só pra ver se vc não tinha morrido, e descobri uma boa notícia! Gastón ainda vive entre nós!!

VOLTA GASTÓN!!!!!

10:37 PM

 
Anonymous Capitu said...

Antes tarde do que nunca... vou te responder o pq vc não pôde entrar com seus salgadinhos no evento. O evento tem responsabilidade se houver uma intoxicação alimentar na galera, por este motivo somente pode ser consumido no evento os alimentos fornecidos pela organização. Vi muitos posts com críticas a este respeito, inclusive cobrando que os alimentos barrados fossem doados... não rola né, como é que vc doar alimentos que vc não sabe a procedência? Não sabe se foram bem acondicionados? Imagine se dá uma bosta? Infelizmente é assim que funciona...
Mais uma coisa, no site do SWU estava escrito em letras garrafais que não seria permitida a entrada com alimentos e bebidas.
bjs e volte a escrever!

5:19 PM

 
Blogger Gastón said...

Capitu, por mais que me esforce, não consigo concordar com você. E nem aceitar que o motivo de não entrar com alimentos seja o que você me explicou e não a ganância de só consumir o que está a venda no evento. Você foi ao show do U2? Do Paul? Ao planeta Terra? Pois é, em todos eles eu levei um pacote de biscoitos. Por que o que vale pra eles não valia para o SWU?

5:26 PM

 

Postar um comentário

<< Home

 
web site hit counter