quarta-feira, março 04, 2009

Interfona no 33

Joana mudou pra seu novo apartamento. Estava procurando há tempos, rodando as ruas do bairro a pé, conversando com os amigos, evitando os corretores.

- Fica mais difícil, mas eu quero encontrar meu apartamento sozinha, sabe? E tem que ser por aqui, perto da padaria e da casa da mamãe.

Tanto bateu os gambitos, perguntou e telefonou que encontrou.

A essa altura do campeonato já conhecia todos os porteiros de todos os turnos de todos os edifícios do bairro. Pelo nome.

- Ah não, não dá. Cada nome complicado que esse povo arruma. Pra ficar mais fácil, eu basicamente dividi em 3 grupos de porteiros distintos:

o grupo do iro (Rosemiro, Casemiro, Romiro, Altamiro, Clodomiro...), o grupo do (il)elson (Rodinelson, Evanelson, Rovilson, Manelson...) e o grupo do aldo (Ariovaldo, Rodinaldo, Everaldo, Romoaldo...).

Também tinha o grupo do ildo, mas esse aí tinha um porteiro só que era o Romildo e que foi mandado embora porque pegaram o sem vergonha dando um amasso com duas empregadas na escada do segundo andar. Pouca vergonha.

No prédio da Joana tinham 4 porteiros que se revezavam em 3 turnos além do que cobria as folgas. O Gélson, um baixinho que falava rápido e tinha cara de tarado. O Valdemiro, que vivia levando empregada pra cabine pra saber das fofocas dos moradores. O Avilson, irmão do Rovilson zelador e que, claro, era meio calado porque aguentava trocadilho o dia todo.

O rapaz da folga era o Joseíldo, aquele porteiro que ninguém ia muito com a cara. Bem adequado: um folgado.

- Gente, onde essas mães vão buscar esses nomes? E o pobre que chama Avilson?

Dia desses mandaram o Valdemiro embora. Fez intriga sobre a mulher do apartamento 51, a empregada cagoetou, pediram a cabeça do coitado. No dia seguinte tinha lá um substituto.

Um rapaz de aparência séria, educado, mostrando serviço.

Assim que a Joana chegou no prédio, ele veio ajudar com as compras.

- Obrigada, moço. Você tá no lugar do Valdemiro?

- Tô sim, dona.

- E como você se chama?

- Paulo

- Paulo?

- É dona, chamo Paulo.

Nossa, Paulo. Só Paulo. Que bonito isso.

- Muito prazer Paulo. Seja bem-vindo, Paulo.

- Mas ó, a Senhora pode me chamar de Alemão.

12 Comments:

Blogger MH said...

hehehehe

porteiros são sempre bons personagens para post...

3:18 PM

 
Anonymous Amanda said...

Hum, falando de porteiro e empregada, me veio a mente agora... talvez, não seja a Jo que coma toda a sua comida, pode ser que ela faça uma marmitinha pros porteiros, rs

4:42 PM

 
Anonymous Anônimo said...

Adorei ser a inspiração desse post e adorei todas as licensas literárias!!! os nomes foram excelentes... e é beeem por aí! hahahaha
beijocas, Jo/Pol

5:08 PM

 
Anonymous Flavita said...

Nossa, flashback do porteiro Zé.

6:55 PM

 
Anonymous Aninha said...

hehehe
Se a história ja é das engraçadas... acrescente a Jo contando!
Tinha que postar 1 vídeo... rs
Ficou ótima!

9:40 PM

 
Blogger Virgínia said...

Até hoje não consegui decorar os nomes dos porteiros do meu prédio. Morar na Terra de Malboro é duro; precisa de tecla SAP para entender o que as pessoas falam (já que aquilo não deve ser português, mas algum dialeto perdido).
Ahh o do zelador eu sei: Lindenberg (bastante em voga desde os últimos acontecimentos, o que ajudou, e muito, na memorização), mas conhecido como "Seu Bergue"...

11:34 PM

 
Blogger Gastón said...

Beibe, porteiros, empregadas, zeladores e funcionários de edifícios em geral. Só tem figura.

Amanda do céu... rola um quilão aqui em casa enquanto eu não tô? Será? Isso foi gênio, vai parar em algum post :0D

Jojo, minha lindona, você é pura inspiração. Só risada, vc.

Flavita, ali ao menos o nome dele era Zé. Mais fácil, né?

Aninha, posso ouvir a risada da jojo.

Virgínia, Lindemberg é fantástico. Deve ter a lista dos "berg" tb.

11:52 PM

 
Blogger Eduardo Araújo said...

Pena que meu prédio não tem porteiro...pena!

10:48 AM

 
Blogger Tôca said...

Nome de porteiro e jogador do Curintia não tem igual, é tudo nome bagunçado mesmo! Sem noção nenhuma! Sensacional o post, casquei de rir aqui! Abração, Gastá!!!

7:06 PM

 
Blogger Gastón said...

Edu, aí você salva sua memória pra coisas mais importantes. Como nome de mulheres, por exemplo. Ótimo lugar pra morar, meu amigo.

Tôca, jogador do curinthia tá ganhando no quesito nome. Boquita? Isso lá é nome?

1:40 PM

 
Blogger Cláudia said...

Teve uma época aqui no prédio que tínhamos 3 José de Arimatéia (eram 5 funcionários): o porteiro da manhã, o da noite e o faxineiro. O porteiro da manhã era o Zé, o da noite era o Arimatéia e o faxineiro era o José de Arimatéia. Resolvido.

Em tempo: disposto esse Romildo hein? Duas na escada???? Podendo!

beijo

8:51 PM

 
Blogger Re said...

hahahhhaahhaha
Meu porteiro se chama Fabio... E o outro era Marcelo e o zelador Rafael... Uhu...
beijos Re

6:10 PM

 

Postar um comentário

<< Home

 
web site hit counter